andando por aí...

sábado, 14 de abril de 2012

Portugal – Castelo Rodrigo (Aldeia Histórica)

 

“Castelo Rodrigo é uma freguesia portuguesa do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, com 27,52 km² de área e 517 habitantes (2011). Densidade: 18,8 hab/km². Foi em tempos sede de concelho, até a mesma ter sido transferida para a povoação de São Vicente, entretanto redesignada Figueira de Castelo Rodrigo”. Wikipedia

 

Clique nas fotos para ampliar.

SONY DSC

1 - Historicamente, falar de Figueira de Castelo Rodrigo implica remontar muitos séculos na história. Desde a Pré - História até ao século XXI, muitos são os testemunhos existentes, permitindo-nos viajar pelo tempo à descoberta das raízes históricas de toda uma região.

 

SONY DSC

2 - Ocupado sucessivamente pelos túrdulos, romanos e mouros, o atual concelho de Figueira de Castelo Rodrigo foi integrado na Coroa por D. Sancho I. Até ao século XIX chamava-se apenas Castelo Rodrigo, em homenagem ao alcaide D. Rodrigo, que defendeu a fortaleza em 1296. A freguesia de Figueira pertencia então ao concelho de Castelo Rodrigo.Com a elevação de Figueira à categoria de Vila, a sede do concelho foi transferida e passou à denominação atual.

 

SONY DSC

3 - Porta Nascente – uma das portas de entrada da Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo. 

 

SONY DSC

4 – Porta Nascente vista de dentro para fora.

 

SONY DSC

5 -  Rua do Relógio. 

 

SONY DSC

6 -  Torre do Relógio – relógio instalado sobre um antigo torreão movido com pesos.

 

Glória Ishizaka - Castelo Rodrigo 24

8 – Porta de entrada para as Ruínas do Palácio Cristovão de Moura.

 

SONY DSC

9 - Palácio Cristovão de Moura  - construído em 1590, ostenta um escudo na entrada. Pensa-se que o brasão de armas, que se encontra pousado no chão atualmente, pertenceria à Torre de Menagem.

 

SONY DSC

10 -  Ruínas do Palácio Cristovão de Moura  - as  ruínas do castelo revelam a raiva da população quando, no final do reinado de Filipe II, incendiou o antigo palácio de Cristóvão de Moura, um dos defensores da legitimidade espanhola por terras lusas.

 

SONY DSC

11 -   Ruínas do Palácio Cristovão de Moura – estas ruínas já foram utilizadas para a realização de concertos. O cenário é de fato muito bonito.

 

SONY DSC

12 – Ruínas do Palácio Cristovão de Moura -  Porta da traição 

 

SONY DSC

13 -  Ruínas do Palácio Cristovão de Moura – Miradouro.

 

SONY DSC

14 – Paisagem vista do miradouro do Palácio.

 

SONY DSC

15 – Paisagem vista do miradouro do Palácio.

 

SONY DSC

16  Ruínas do Palácio Cristovão de Moura – miradouro.

 

SONY DSC

17 -  Ruínas do Palácio Cristovão de Moura – Porta da Traição vista do miradouro para dentro do palácio.

 

SONY DSC

18 -  Ruínas do Palácio Cristovão de Moura.

 

SONY DSC

19 -   Ruínas do Palácio Cristovão de Moura.

 

  SONY DSC

20 - Ruínas do Palácio Cristovão de Moura – Porta de entrada e saída e ao fundo Torre do Relógio.

 

SONY DSC

21 – Sabores do Castelo – produtos gastronômicos. 

 

SONY DSC

22 – Largo de São João. 

 

SONY DSC

23 – Fonte do Largo de São João.

 

SONY DSC

24 – Padrão Comemorativo -  Cruzeiro da Independência – assinala os feitos de Castelo Rodrigo na Guerra da Restauração da Independência.

 

SONY DSC

25 -  Porta do Sol e o Cruzeiro da Independência.

 

SONY DSC

26 – Vista das ruínas do Palácio Cristovão de Moura.

 

SONY DSC

27 – Ruínas do Palácio Cristovão de Moura  e Torre do Relógio.

 

 SONY DSC

28 – Paisagem ao redor da aldeia. 

 

SONY DSC

29 - Torre do relógio ao fundo, rua do Relógio em direção a Junta de Freguesia.

 

SONY DSC

30 – … ainda na rua do Relógio.

 

SONY DSC

31 - Igreja Matriz de Castelo Rodrigo, de Nossa Senhora de Rocamador ou do Reclamador - foi fundada no séc. XIII por uma confraria de frades hospitaleiros, cuja função principal seria a de apoiar os romeiros que se dirigiam para Santiago de Compostela e Roma.

 

SONY DSC

32 - Igreja Matriz de Castelo Rodrigo, de Nossa Senhora de Rocamador ou do Reclamador –De estilo românico, sofreu remodelações no séc. XVII, apresenta uma torre sineira lateral e foi classificado Monumento Nacional em 1922.

 

SONY DSC

33 - Junta de Freguesia. 

 

SONY DSC                       SONY DSC

34 - Pelourinho – a altura toral deste imóvel de estilo manuelino também classificado Monumento Nacional em 1922, é de cerca de 8 metros..

 

SONY DSC

35 - Pelourinho manuelino – de gaiola e grandes dimensões – atesta o poder municipal, regulamentado pelo foral novo de 1508, altura em que D. Manuel, o Rei Venturoso, mandou repovoar a vila e refazer o castelo.

 

SONY DSC

36 – Rua da Aldeia.

 

SONY DSC

37 – Cisterna  - de 13 m de fundo, com uma porta ogival e outra em arco de ferradura.

 

SONY DSC

38 - Cisterna com portas uma gótica e outra mourisca.

 

SONY DSC

39 – Rua da aldeia.

 

SONY DSC

40 – Aldeia.

 

SONY DSC

41 – Janelas da aldeia  com glicínias em flor.

 

SONY DSC

42 – Janelas da aldeia com cortina feita em crochet.

 

SONY DSC

43 – Área de Lazer.

 

SONY DSC

44 – Ao redor da aldeia.

 

Glória Ishizaka - Castelo Rodrigo 101

44 – Chafariz da entrada do Castelo.

 

SONY DSC

45 – Ao redor do Castelo.

 

SONY DSC

46 – Vista da Aldeia medieval, erguida no topo de uma colina isolada, a 820 metros de altitude, oferece uma esplêndida vista sobre os campos e serras em redor. Esta antiga vila fortificada, totalmente recuperada no âmbito do Programa de Recuperação de Aldeias Históricas, guarda vestígios de ocupação humana que remontam ao Paleolítico.

 

SONY DSC

47 – Painel em azulejo do muro da entrada da aldeia.

 

SONY DSC

48 – Painel em azulejo do muro da entrada da aldeia.

 

SONY DSC

49 – Painel em azulejo do muro da entrada da aldeia.

 

SONY DSC

50 – Painel em azulejo do muro da entrada da aldeia.

 

SONY DSC

51 – Painel em azulejo do muro da entrada da aldeia.

 

Pode também gostar de outras Aldeias Históricas de Portugal:

- Castelo Novo

- Marialva - parte 1

- Marialva - parte 2

- Trancoso

- Piódão

- Idanha a Velha

- Monsanto - parte 1

- Monsanto - parte 2

- Belmonte - parte 1

- Belmonte - parte 2

- Linhares da Beira - parte 1

- Linhares da Beira - parte 2

- Sortelha - parte 1

- Sortelha - parte 2

 

SorrisoObrigada pela visitaSorriso

3 comentários:

Luisa Hingá disse...

Adorei estas fotos da minha terra natal Autoriza-me que as coloque no Facebook na minha página Castelo Rodrigo?
Ao dispor
Luisa Hingá

gloria ishizaka disse...

Claro Luisa Hingá, utilize a vontade. Adorei a sua terra, Castelo Rodrigo é impressionante.

João de Sousa disse...


Congratulo-me por este seu trabalho, quer como habitante desta aldeia histórica, quer pela forma sucinta e e rica como legenda e descreve os detalhes da tão rica história que se "respira" nesta região, e em Castelo Rodrigo em particular.

Um grato abraço,
parabéns pelo seu trabalho.


João Sousa