andando por aí...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Portugal – Praia Fluvial do Alamal e Gavião

 

“Situada na margem esquerda do rio Tejo, é das poucas praias do Alentejo com direito a bandeira azul. Integrada no complexo da Quinta do Alamal, oferece um extenso areal junto à água, bem como vastas zonas verdes com o Castelo de Belver como imagem de fundo. Para almoçar descontraidamente, usufruindo da magnífica paisagem, existe um bar-restaurante”. www.Lifecooler.com

Clique nas fotos para ampliar

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal.

 

SONY DSC

Restaurante e snack bar.

 

SONY DSC

Zona de camping da praia fluvial.

 

SONY DSC

Ao fundo Castelo de Belver.

 

SONY DSC

Rio Tejo e o Castelo de Belver.

 

SONY DSC

Ao fundo Castelo de Belver.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal vista a partir do miradouro do Outeirinho.

 

SONY DSC

Praia Fluvial do Alamal vista a partir do castelo de Belver.

 

Gavião

O Gavião é uma vila portuguesa no Distrito de Portalegre, região Alentejo e sub-região do Alto Alentejo, com cerca de 1 800 habitantes. É sede de um município com 293,55 km² de área e 4 252 habitantes (2006), subdividido em 5 freguesias. O município é limitado a oeste e norte pelo município de Mação, a leste por Nisa, a sueste pelo Crato, a sudoeste por Ponte de Sôr e a oeste por Abrantes. Gavião recebeu foral de D. Manuel I em 23 de Novembro de 1519. Wikipédia

 

SONY DSC

Gavião.

 

SONY DSC

Igreja Matriz de Gavião.

 

SONY DSC

Interior da igreja matriz de Gavião.

 

SONY DSC

Interior da igreja matriz de Gavião.

 

SONY DSC

Interior da igreja matriz de Gavião.

 

SONY DSC

Jardim do Coreto.

 

SONY DSC

Câmara Municipal de Gavião.

 

SONY DSC

Jardim do Coreto.

 

SONY DSC

Jardim do Coreto.

 

SONY DSC

Rua de Gavião.

 

SONY DSC

Rua de Gavião.

 

SONY DSC

Rua de Gavião.

 

SONY DSC

Rua de Gavião.

 

SONY DSC

Praça do Pelourinho.

 

SONY DSC

Capela do Espirito Santo – Séc. XVI.

 

SONY DSC

Capela de Nossa Senhora dos Remédios.

 

SONY DSC

Capela da Misericórdia.

 

SONY DSC

Santa Casa da Misericórdia de Gavião

 

20 - Glória Ishizaka - Gavião

Jardim Novo

 

SONY DSC

Jardim Novo.

 

SONY DSC

Cine-Teatro de Gavião.

 

SONY DSC

Jardim do Cruzeiro.

 

SONY DSC

Jardim do Cruzeiro.

 

SONY DSC

Paisagem ao redor de Gavião.

 

SONY DSC

Castelo de Belver vista a partir de Gavião.

 

SONY DSC

4 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
gloria ishizaka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fátima Paulo disse...

Minha linda Terra!

Carlos Gomes disse...

Gavião é lindíssimo, e tem todos os recursos á mão dentro do concelho, tem a praia do Alamal, mas do outro lado do rio também tem outra praia de Belver.....e muitas outras praias fluviais espalhadas pelo Concelho, no Castelo de Belver que fica do lado oposto do rio Tejo a Gavião, foi o nosso poeta Luís Vaz de Camões preso inúmeras vezes, cada vez que afrontava o rei com as suas irreverências, ou se deleitava com alguma senhora comprometida.
Gavião é uma sede de Concelho com farmácias, hospital, centro de saúde, supermercados e todo tipo de lojas, todos os serviços públicos, restaurantes ect.
Tenho a minha casa de férias em Gavião onde os serviços municipais só deixam construir ou reconstruir segundo as normas de respeito pelo carácter típico das fachadas alentejanas e das casas tipicamente ditas Portuguesas, respeitando o património Nacional e a nossa cultura.Quando investi em Gavião deixei a minha casa tipicamente Alentejana tanto no aspecto exterior como na decoração do seu interior , sitio sossegado e tranquilo para se viver, onde o campo e praia se completam. As festas são sempre bonitas e a minha rua em sempre ganho o concurso da mais bem enfeitada por altura de Setembro pelas festas da nossa senhora dos Remédios, cuja capelinha fica no final da minha rua, se a bloguer quiser posso providenciar fotos da minha casa típica para que se possa ver como se decoravam antigamente o interior das casas alentejanas e as suas gigantes chaminés e das festas, da romaria de nossa senhora dos remédios ect.
Helena Raposo